Los Babacas


Leia o resto deste post

Malafaia e sua treta com o Mickey

E ai pessoal, blz? Como podem ver o blog anda meio paradão, o trabalho e os estudos estão me tomando um tempo desgraçado ultimamente e tá meio foda pra mantê-lo atualizado. Mas sempre que dá arranjo um tempinho pra postar alguma coisa legal.

Bom, essa semana o Pastor Silas Malafaia gravou um vídeo no Youtube dizendo a todos os seus fiéis pra boicotarem os produtos da Disney, devido a uma cena de beijo gay que apareceu num desenho da empresa (desenho aliás que nunca ouvi falar), sob a alegação de que era uma tentativa de sexualizar as crianças.

Leia o resto deste post

A Banda#17

banda_17

Tarde demais pra DC?

superman_kingdom_come

Depois do fiasco de BvS e Esquadrão Suicida, a DC Comics parece mais determinada do que nunca a alcançar a Marvel nos cinemas. Tanto que está mudando o padrão dos seus filmes, com um enredo menos pesado e com alivio cômico (exatamente como os filmes da rival). Com isso a editora de Superman & cia procura estabelecer o seu universo nas telonas e garantir assim sua fatia nesse mercado milionário. Mas não seria um tarde demais pra DC?

Leia o resto deste post

A Banda#16

banda_16

O injustiçado Dreamcast

por armiroke

dream

Depois do mal desempenho do Sega Saturn, a Sega precisava urgentemente criar um videogame campeão, que batesse de frente com a próxima geração de consoles que estava por vir. O Dreamcast tinha tudo pra dar certo, bom hardware, jogos acima da média e um preço camarada. Ainda sim o aparelho não vingou, provocando a saída da Sega do mercado de consoles.

Mas por que não deu certo? Teria sido culpa da Sega pelo mal planejamento? Ou dos gamers, que não deram a atenção devida ao console? Veremos nesse texto.

Leia o resto deste post

A Banda#15

banda_15

Quarantine

quarantine-3do-0

Kemo City, 2047. O dia está raiando e é hora de trabalhar. Quantos passageiros terei de matar hoje? Quantos tentarão me matar? Como estou de munição? Estas são as perguntas que aparecem todos os dias na cabeça de Drake Edgewater, o taxista casca-grossa de Quarantine.

Lançado em 1994 pela Gametek para 3DO e PC na onda de jogos em primeira pessoa que seguiu o sucesso de Doom, Quarantine coloca você em um futuro Cyberpunk, dentro de um táxi dirigindo pelas ruas de Kemo City, metrópole americana outrora conhecida como a “Capital dos Hovercars”- automóveis que utilizam propulsores eletromagnéticos para se locomover ao invés de rodas –  a cidade sofreu um problema de criminalidade voraz e descontrolado e a solução do governo foi transformá-la em prisão de segurança máxima, administrada pela megacorporação Omnicorp.

Leia o resto deste post

Coração de Aço

steelheart

Coração de Aço (Steelheart) é o primeiro livro da trilogia Executores, escrita por Brandon Sanderson, um dos expoentes da literatura de fantasia do século XXI. Essa obra difere dos outros projetos de Brandon por tratar de um tema muito popular nos dias de hoje, os super-heróis, ou melhor, os super-vilões.

Tudo começou com uma estrela de fogo que surgiu dos céus, e seus efeitos foram sentidos algum tempo depois: pessoas comuns passam a ter poderes que desafiam as leis da física e da lógica. Com isso uma nova era surgiu. Os nomeados Épicos não apenas se tornam poderosos, mas também ganham uma sede insaciável de poder e parecem ter per perdido toda sua humanidade no processo, deixando o resto da população à mercê de suas vontades e caprichos. Dentre eles o mais poderoso é o Coração de Aço, um ser invulnerável a qualquer tipo de ataque e com capacidade transformar objetos inorgânicos em metal, que decide tomar a cidade de Chicago e ali estabelecer seu império.

Dez anos se passam e os Épicos governam com poder absoluto, com todos os direitos e nenhum dever, se apossando de tudo o que querem a seu bel-prazer, e matando aqueles que ousam desafiá-los. Não existe nada e ninguém que possa impedi-los. A exceção a essa regra são os Executores, humanos normais, munidos de tecnologia de ponta que se utilizam de táticas de guerrilha para destruir o maior número possível de Épicos.

Brandon Sanderson já vem revolucionando a fantasia épica com as sua criatividade sem fim, agora ele faz o mesmo com o universo dos super-heróis, digo… super-vilões.

A Banda#14

banda_14