Tenerezza

Tenerezza é uma jovem garota que vive numa pequena cidade chamada Esperanza. Além de ser uma excelente cozinheira é uma maga altamente qualificada. Cozinhando vários tipos de alimentos, ela também produz itens de cura, e pode usar magia dos quatro elementos.

Um dia, o prefeito da cidade pede a ela que vá à Floresta Mágica nas proximidades e investigue a recente aparição de monstros na área. A caminho Tenerezza encontra-se com uma fada, e juntas unem forças contra uma força negra que ameaça conquistar o mundo.

Leia o resto deste post

Anúncios

Porque não assisto mais animes de harém

Ando meio sem saco pra ver animes ultimamente. A quantidade de títulos medianos que vem saindo nesses últimos tempos arrefeceu o meu gosto por desenhos japoneses. E sou do tipo que sempre preferiu animes de “segundo escalão”, longe dessas séries badaladas como Dragon Ball e One Piece.

E nesses dias, quando estava procrastinando na internet, me deparo com imagens de um anime chamado Monster Musume, anime do tipo harém com garotas meio animais. Apesar de ser um gênero que não curtia mais, resolvi dar uma chance e baixei a primeira temporada. Tudo sem ter grandes expectativas, o que fiz muito bem.

Leia o resto deste post

O Bicho da Lua#9

Sobre jogar no modo easy

por Gamer Rex

Aproveitando o gancho do texto anterior sobre Cuphead e os gamers Nutella, irei opinar se é errado jogar num nível mais fácil ou não. Estava assistindo um desses youtubers gamers que pouca gente conhece, quando ele disse que quem usa cheats ou joga no easy não é gamer, que isso é coisa de moleque noob, preguiçoso e blá, blá, blá.

Na chamada ‘comunidade gamer’, jogar no fácil é considerado uma desonra imperdoável digna de apedrejamento em praça publica, quem joga assim é visto como um noob, preguiçoso ou “Nutella”.

Leia o resto deste post

O Bicho da Lua#8

2017 e a década da desilusão

Quando a primeira década de 2000 chegou ao fim, houve uma grande expectativa de que, graças aos avanços sociais alcançados, caminharíamos para uma sociedade mais justa, igualitária e tolerante.

Mas o que vem acontecendo nesses últimos dez anos foi um verdadeiro banho de água gelada para quem esperava que isso acontecesse.

Leia o resto deste post

Gamers “Nutella” são mesmo um saco, mas e os “Estrelinhas”?

por Gamer Rex

Desde que Cuphead foi lançado gerou-se uma grande polemica em relação à dificuldade do jogo. Os jogadores mais hardcores (e os das antigas) amaram o game. Mas teve aqueles que odiaram de corpo e alma, alegando que o jogo eram insanamente difícil e até desumano em algumas partes.

E foi ai que se popularizou a divisão Gamer Raiz vs Gamer Nutella (em referencia aquele famoso creme de avelã que custa o olho da cara).

Leia o resto deste post

O Bicho da Lua#7

Marry Christmas everybody!

Batman – Vítimas Inocentes

Batman – Vítimas Inocentes foi publicada originalmente em 1996, uma edição especial cuja renda foi revertida a entidades de combate as minas terrestres.

De acordo com a ONU, até hoje existem cerca de 120 milhões de minas terrestres sobre o solo do planeta. Esse tipo de artefato bélico acaba atingindo 90% de pessoas que não tem nada a ver com a guerra, produzindo uma vitima inocente a cada 20 minutos.

Para aqueles que porventura desprezem o valor cultural dos quadrinhos, esta é mais uma oportunidade de entender o quanto estão enganados. E para você, fã, é mais uma chance de admirar a contribuição de uma arte em prol de uma grande causa.

Download!